instagram satc twitter satc facebook satc linkedin da satc canal do youtube satc
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
Apoio

Grupo arrecada recursos em prol de estudantes em situação de vulnerabilidade social de Criciúma

Projeto Conexão Solidária pede doação de equipamentos eletrônicos, livros didáticos, alimentos e roupas

FacebookTwitterLinkedInWhatsAppCopy LinkFacebook MessengerEmail
30/05/2020 13:43 Maria Henrique Leandro
Destaques Crici. Reg., Jornalismo Satc, Notícias de Criciúma e Região

Levando em consideração o momento de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), um grupo de amigos de Criciúma decidiu unir esforços em benefício dos estudantes em situação de vulnerabilidade social. Lançaram o projeto Conexão Solidária, que arrecada equipamentos eletrônicos, como computadores, tablets, notebooks, fones de ouvido, carregadores, teclados e monitores. A ação também pede a doação de livros didáticos, alimentos e roupas.

Os interessados em contribuir podem entrar em contato com os voluntários Ana Júlia Caetano, João Gabriel Zanette, Júlia Canto, Vitoria Rocha, Yan Lattarulo e Aimee Argemi, pelas redes sociais. Uma ‘vakinha’ online também foi criada, para aqueles que desejam fazer a doação em dinheiro, podendo ser acessada clicando no link.

As doações serão distribuídas pelos voluntários com o apoio de coordenadores, professores e diretores das escolas da rede pública da cidade, que farão a seleção daqueles que mais necessitam.

“Queremos contribuir para que seja dada a mesma oportunidade a todos os alunos de Criciúma e região, proporcionando a eles o acesso para que possam estudar mais facilmente, não só a agora no período de quarentena, como depois”, disse uma das voluntárias, Ana Júlia Caetano.

Print Friendly, PDF & Email

Um Dia da Pizza movido a solidariedade

Vida de parteira: todos os dias uma hora não marcada com a alegria

Como identificar um relacionamento abusivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comente: