instagram satc twitter satc facebook satc linkedin da satc canal do youtube satc
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
Crime

Furtos e arrombamentos aumentam em Criciúma

Cadeirante foi vítima de assaltantes na noite de quinta-feira

FacebookTwitterLinkedInWhatsAppCopy LinkFacebook MessengerEmail
11/09/2020 14:43 Nicoli Martinazzo e Marli Vitali
Destaques Crici. Reg., Jornalismo Satc, Notícias de Criciúma e Região

O número de furtos e arrombamentos aumentou na região central de Criciúma. Num dos últimos casos, uma ação mais violenta. Três homens invadiram o apartamento de um cadeirante, fazendo ameaças e roubando pertences pessoais. A ação ocorreu nesta quinta-feira (10), por volta das 20h.

Morador de um apartamento no Centro, o cadeirante foi surpreendido com a campainha tocando e a entrada de assaltantes. Eles invadiram e roubaram roupas, perfumes e objetos pessoais.

“Foram três homens que entraram. Eles aproveitaram que outros moradores estavam chegando no prédio e conseguiram subir”, comentou. O grupo usava moletom com capuz e um deles fez menção de estar armado para intimidar o morador. Ele ainda precisou descer com o trio para abrir a porta, que funciona somente com o dispositivo eletrônico que os moradores possuem.

A Polícia Militar foi acionada e verificou as imagens das câmeras de vigilância. A dificuldade na identificação é que os assaltantes estão usando capuz e também máscara facial.

Se forem observados apenas os números, os furtos subiram de seis, no mês de julho, para dez em agosto. Os registros são da área central de Criciúma. “Mas, se compararmos os percentuais, quase dobrou. E esse aumento está sendo percebido pelas pessoas”, ressaltou o capitão da Polícia Militar, Daniel Comerlatto.

A PM tem intensificado o trabalho de prevenção, repassando orientações nos grupos da Rede de Vizinhos, recomendando a instalação de câmeras e a verificação se estão em funcionamento. “Também solicitamos que sejam instaladas as portas magnéticas, que são mais seguras. Outro foco são os objetos furtados, a maioria bicicletas. Para isso, é importante que os proprietários as coloquem em um local mais seguro”, ponderou o capitão.

Print Friendly, PDF & Email

Desde quando existe a depressão?

Representantes do setor de eventos farão manifestação nesta terça-feira (22) em Criciúma

Auxílio emergencial gera impacto positivo na economia do país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comente: