instagram satc twitter satc facebook satc linkedin da satc canal do youtube satc
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
ALIMENTAÇÃO

Aprenda como conservar e reaproveitar os alimentos que sobram das festas de fim de ano

Os alimentos mais fáceis de conservar são: carnes, arroz, saladas que não estejam temperadas, massa sem molho e frutas

FacebookTwitterLinkedInWhatsAppCopy LinkFacebook MessengerEmail
30/12/2020 08:08 Jatene Macedo
Destaques Crici. Reg., Jornalismo Satc, Notícias de Criciúma e Região

É comum que nas festas de fim de ano a família toda se reúna e celebre com muita comida que acaba sobrando depois. Para evitar o desperdício o ideal é saber o jeito correto de conservar os alimentos e depois utilizá-los para outras receitas.

“Os alimentos mais fáceis de conservar são: carnes, arroz, saladas que não estejam temperadas, massa sem molho e frutas são alimentos mais seguros para guardar as sobras. Estes podem ser congelados ou refrigerados, tudo vai depender do tempo que você vai consumi-los depois”, explica a nutricionista Camila Colle Nascimento.

As preparações feitas com creme de leite ou queijo, como massas com molhos caprichados, maionese feita com creme caseiro, salpicão, torta fria, são alimentos que não devem ser guardados caso sobrem devido ao grande risco de contaminação. Já as sobremesas devem ser consumidas por no máximo 12 horas.

“Os alimentos mais comuns de sobrarem são o peru/carnes em geral, arroz, sobremesas e maionese. Claro que tudo vai depender do tamanho da família (e da fome de cada um também), além do quanto foi feito. O ideal é não exagerar nas comidas, fazer uma quantidade suficiente para evitar ficar comida rolando na geladeira”, sugere a nutricionista.

Aprenda a conservá-los

As comidas devem ficar por no máximo duas horas em temperatura ambiente devido ao risco de proliferação de bactérias que podem levar a uma intoxicação alimentar. “O ideal seria ir servir pequenas porções, assim tudo fica sempre armazenado de forma correta, caso da maionese e pratos quentes. O que sobrar guarde em recipientes fechados, preferência de vidro. Carnes, arroz, massas sem molho e temperos podem ser armazenados na geladeira por até 48 horas, mas caso você não for consumir nesse período, o ideal é congelar. Maionese e preparações com creme de leite descarte para não ter problema de intoxicação alimentar”, assegura a nutricionista.

Se possível, guarde as sobras em porções menores para evitar ficar tirando sempre da geladeira aquela grande quantidade de comida. “O que foi congelado não pode ser recongelado. Quando você for consumir, tire do freezer e deixe descongelando na geladeira de um dia para o outro”, concluiu Camila.

A nutricionista dá duas dicas de receitas com alguns alimentos que são mais comuns de sobram nas festas de fim de ano.

Torta integral de frango

Ingredientes da massa: 2 ovos, 2 xícaras de farinha de trigo integral, 1 xícara de leite semidesnatado, 1⁄2 xícara de óleo de girassol, 1 xícara de aveia em flocos finos, 1 colher de sopa de fermento.

Ingredientes do recheio: 1 cebola picada, 1 tomate picado, 2 ovos cozidos picados, 3 xícaras de frango desfiado, 1 colher de tempero verde, sal e pimenta a gosto.

 

Modo de preparo: Massa: Coloque todos os ingredientes no liquidificador, menos o fermento e bata até ficar homogêneo. Acrescente o fermento e bata rapidamente para misturar com a massa. Recheio: Misture todos os ingredientes em uma tigela e mexa até incorporarem. Em uma forma media unte com azeite e coloque metade da massa, espalhando. Coloque o recheio e acrescente o restante da massa. Polvilhe orégano por cima se você quiser. Leve ao forno médio por aproximadamente 45 minutos.

Arroz de forno

Ingredientes: 3 xícaras de arroz cozido, 2 xícaras de peito de frango cozido e desfiado ou carne picada, 2 tomates picados, 1 cebola média picada em rodelas, 1/2 xícara de queijo mussarela ralado, 4 colheres de sopa de molho de tomate caseiro, 1 colher de sopa de óleo, sal e pimenta-do-reino a gosto.

 

Modo de preparo:  Refogue a cebola no óleo, junte o tomate picado, o peito de frango desfiado/carne picada e as 4 colheres de molho de tomate. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Em uma forma faça uma camada de arroz, uma camada do molho com a carne e faça essa sequência. A última camada coloque o queijo e orégano ou algum tempero que você goste. Leve ao forno médio por cerca de 15 minutos.

Print Friendly, PDF & Email

Documentário: Painel Seis – O que meus olhos viram

Documentário: São Pedro – Um amor guardado para sempre

Documentário: Crônicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comente: