instagram satc twitter satc facebook satc linkedin da satc canal do youtube satc
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
ECONOMIA

Dicas para começar o ano de 2021 com as contas no azul

O principal fator para começar um ano com dívidas é comprar além da renda

FacebookTwitterLinkedInWhatsAppCopy LinkFacebook MessengerEmail
28/12/2020 08:08 Sandy Brasil
Destaques Crici. Reg., Jornalismo Satc, Notícias de Criciúma e Região

O ano está acabando, e ninguém quer começar 2021 com dívidas. “Para começar o ano bem e sair do vermelho a dica é usar o 13° para pagar dívidas, e não para o consumo excessivo”, falou o economista Alcides Goulart Filho, acrescentando que “querer sair do vermelho é uma tomada de decisão individual”.

O principal fator para começar um ano com dívidas é comprar além da renda. “Vivemos em uma sociedade onde as pessoas são movidas para consumir além da sua renda, e não se planejam, vão hipotecando seu futuro e além da sua capacidade de pagamento. Acreditam na estabilidade de emprego, e começam o ano devendo, uma dificuldade de planejamento e confiam em 13°”, enfatizou o economista.

Para o ano que se inicia, os gastos devem ser feitos com muita cautela. “Foi um ano de muitas incertezas. 2021 vai depender de estabilização da vacina e como vai ser a imunização, que a economia de uma retomada, para esse segundo trimestre”, sublinhou o economista acrescentando que “o ano de 2020 foi um tombo e 2017, 2018 e 2019 foi de baixo crescimento. A economia cresceu 1% ao ano e esse ano a expectativa que a queda seja de 4,5%, então um ano de recessão global e três anos de baixo crescimento, então precisa acelerar muito a economia para recuperar um pouco e sobre tudo taxas de emprego subiu muito. Mesmo assim há incertezas em âmbitos econômicos, político e social”, finalizou o economista.

Print Friendly, PDF & Email

Documentário: Painel Seis – O que meus olhos viram

Documentário: São Pedro – Um amor guardado para sempre

Documentário: Crônicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comente: