instagram satc twitter satc facebook satc linkedin da satc canal do youtube satc
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Publicidade e Propaganda

8 semestres




Sobre o Curso

Profissional

Mercado

O curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Satc prepara o aluno para o universo da comunicação, capacitando-o para atuar em diferentes áreas do mercado. Os professores preparam aulas criativas e inovadoras, utilizando laboratórios e estúdios de TV, rádio, fotografia, dentre outras ferramentas a fim de estimular as habilidades necessárias para formar um profissional qualificado. E, para que os alunos possam experimentar situações práticas durante a graduação, foi criada a agência experimental Lócus e a agência Galo Jr. as quais tem como propósito trazer experiências reais para os acadêmicos.
O publicitário deve gostar de ler, estar bem informado, ser criativo e atento. Durante o curso, são estudadas disciplinas como: Direção de Arte, Fotografia, Redação, Marketing, Planejamento e muitas outras a fim de desenvolver habilidades para o profissional saber comunicar com clareza os seus clientes, também é necessário ter um bom planejamento e que seja inovador. Outra característica deste profissional é a facilidade para trabalhar em equipe e se adaptar a novas tecnologias de comunicação.
O publicitário pode trabalhar em agências de publicidade, agências digitais, setores de comunicação internos de empresas públicas, privadas ou governamentais e departamentos ligados a essas áreas. Também podem trabalhar em veículos de comunicação, estúdios, produtoras ou de modo independente.
  • Receba mais informações

1ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150102
comunicação e realidade brasileira
60.00
4.00
ob
150104
criatividade e inovação
60.00
4.00
ob
150103
introdução a publicidade e propaganda
60.00
4.00
ob
150101
lingua portuguesa i
60.00
4.00
ob
150105
sociologia e antropologia cultural
60.00
4.00
ob

2ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150202
criação i - mídia impressa
60.00
4.00
ob
150103 150104
150205
direção de arte
60.00
4.00
ob
150103 150104
150203
estética e história da arte
60.00
4.00
ob
150201
lingua portuguesa ii
30.00
2.00
ob
150101
150206
metodologia cientifica
30.00
2.00
ob
150204
teoria da comunicação
60.00
4.00
ob

3ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150305
comunicação digital
60.00
4.00
ob
150301
criação ii - mídia eletrônica
60.00
4.00
ob
150202
150303
fotografia publicitária
60.00
4.00
ob
150306
optativa i - tipografia
30.00
2.00
op
150302
produção gráfica
60.00
4.00
ob
150205
150304
semiótica aplicada
60.00
4.00
ob

4ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150407
atividades complementares i
60.00
0.00
cp
150401
criação iii - mídia digital
60.00
4.00
ob
150301 150305
150404
estatística
30.00
2.00
ob
150403
ética e legislação
30.00
2.00
ob
150405
mercadologia i
60.00
4.00
ob
150402
mídia i
60.00
4.00
ob
150406
produção em áudio
60.00
4.00
ob
150301

5ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150507
ferramentas gráficas 2d
60.00
4.00
op
150506
libras - linguagem brasileira de sinais
30.00
2.00
op
150503
mercadologia ii
60.00
4.00
ob
150405
150504
pesquisa de mercado
60.00
4.00
ob
150404
150502
planejamento de mídia
60.00
4.00
ob
150402
150501
produção audiovisual
60.00
4.00
ob
150301 150406
150505
psicologia - comportamento do consumidor
60.00
4.00
ob

6ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150603
atendimento publicitário
30.00
2.00
ob
150601
economia e politica brasileira
30.00
2.00
ob
150606
empreendedorismo
60.00
4.00
ob
150604
mercadologia iii
60.00
4.00
ob
150405
150602
planejamento publicitário
60.00
4.00
ob
150504
150605
produção digital
60.00
4.00
ob
150401

7ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150707
atividades complementares ii
60.00
0.00
cp
150703
branding e gestão de marcas
60.00
4.00
ob
150702
entretenimento e conteúdo
30.00
2.00
ob
150705
gestão ambiental
30.00
2.00
ob
150706
mercadologia iv
60.00
4.00
ob
150405
150701
tcc i
60.00
4.00
ob
150704
tópicos especiais i
60.00
4.00
ob

8ª fase

Código
Componente Curricular
CH
Créditos
Característica
Pré-requisito
150804
comunicação empresarial
60.00
4.00
ob
150805
estágio curricular
180.00
2.00
ob
150802
projeto experimental
120.00
8.00
ob
150801
tcc ii
60.00
4.00
ob
150701
150803
tópicos especiais ii
60.00
4.00
ob

Carga Horária

Carga Curricular
Carga complementar
Carga Total
2580
120
2700

Labs

Parcerias

+ informações

PRONTO 3D

PRONTO 3D – Laboratório de Prototipagem e Novas Tecnologias Orientadas ao 3D – consiste em um espaço de ensino, pesquisa e extensão na área da materialização da forma por meio de técnicas automatizadas, tais como impressão 3D, corte laser e usinagem em máquinas CNC. O laboratório faz parte de uma Rede de laboratórios de prototipagem rápida e fabricação digital, denominada REDE PRONTO3D que tem como objetivo a estruturação de centros estrategicamente localizados no estado de Santa Catarina atualmente nas cidades de Florianópolis, Lages, Criciúma e Chapecó. A REDE PRONTO3D atende cursos de Design, Arquitetura, Engenharias, bem como todas as áreas que envolvam criação, desenvolvimento e produção de modelos, protótipos, maquetes e produtos em escala real, auxiliando as diferentes etapas do processo de projeto. Recentemente, a REDE PRONTO3D se afiliou à REDE FabLab Brasil, que faz parte da rede internacional FabLab e é composta por mais de 200 laboratórios ao redor do mundo.

REDE PRONTO3D visa a expansão da tecnologia de ponta aliada à criatividade em projetos inovadores elevando o estado de Santa Catarina a um nível competitivo e inovador dentre universidades brasileiras e internacionais. Sua estratégia baseia-se em 5 pilares que sustentam suas características básicas: lúdico, eficiente, colaborativo, criativo e versátil.

Objetivos:

• Oferecer a seus pesquisadores infra-estrutura apropriada;

• Capacitar equipe de facilitadores que poderão orientar trabalhos de grande complexidade;

• Oferecer incentivos sob a forma de bolsas de pesquisa para estudantes de diferentes níveis;

• Fundamentar todas essas ações em uma filosofia de trabalho reconhecidamente eficiente.

 

GALO JR

A Galo Jr. Comunicação é uma empresa formada por acadêmicos de Publicidade e Propaganda da SATC, com o objetivo de desenvolver projetos inovadores e estar em contato com o mercado publicitário.

https://www.facebook.com/GaloJrComunicacao/

 

LÓCUS

A comunicação está em tudo, em todos os lugares o tempo todo. É impossível para nós seres humanos, inseridos em uma sociedade, estabelecer conexões com outras pessoas, outras empresas sem a comunicação. Este é o lugar comum para todos, seja dentro ou fora da universidade. Lugar, que traduzido para o latim, vira Lócus.

Lócus Agência Experimental é um importante projeto do curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Satc que tem por objetivo disponibilizar um espaço de treinamento para que o acadêmico possa aprender e desenvolver suas habilidades profissionais e consiga sair preparado para o mercado de trabalho.

Nossos objetivos são:

  1. Desenvolver habilidades profissionais do acadêmico;
  2. Transformar sua visão acerca da sua carreira profissional;
  3. Capacitar o acadêmico para que consiga solucionar problemas de comunicação (propaganda) utilizando uma metodologia com processos definidos.

Durante o processo serão trabalhos 6 esferas da vida profissional do acadêmico:

Trabalho – ferramentas, habilidades e talentos, execução.

Ambição – melhoria contínua, fazer bem feito.

Auto estima – autoconhecimento, empoderamento do acadêmico, visão.

Comunicação pessoal – apresentação de ideias, persuasão, como se expressar melhor.

Metas – objetivos, saber o que quer na carreira profissional.

Atitude – fazer mais com menos, fazer mais do que se espera, aprender com os resultados, ser criativo em todas as esferas.

DA AVALIAÇÃO E DO RENDIMENTO ACADÊMICO, conforme o Capítulo IV do Regimento da Faculdade SATC

 

Art. 62º. A avaliação do rendimento acadêmico é realizada por componente curricular, incidindo sobre a frequência e o aproveitamento.

 

Art. 63º. A frequência às aulas e demais atividades acadêmicas, é obrigatória para acadêmicos e docentes, vetado o abono de faltas.

 

  1º. Independentemente dos demais resultados obtidos, é considerado reprovado na disciplina o acadêmico que não obtenha, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) de frequência nas aulas e demais atividades programadas.

 

  2º. A verificação e registro de frequência são da responsabilidade do docente, e seu controle, para efeito do parágrafo anterior, da Secretaria Acadêmica.

 

  3º O registro de frequência deve ser feito pelo docente no diário on-line em até 1 dia (24 horas) após a data da aula.

 

Art. 64º. O aproveitamento acadêmico é avaliado por meio de acompanhamento contínuo e processual do acadêmico e dos resultados por ele obtidos nas atividades acadêmicas, como provas, trabalhos e pesquisas.

 

  1º. Compete ao docente da disciplina elaborar avaliações, bem como julgar-lhes os resultados.

 

  2º. As avaliações semestrais devem ser em número de no mínimo três por período letivo, sendo no mínimo, uma individual. Constam de trabalhos de avaliação, trabalho de pesquisa, provas e outras formas de verificação previstas no plano de ensino da disciplina.

 

  3º. Na realização das avaliações, os três últimos acadêmicos deverão sair juntos da sala de prova.

 

  4º. Os horários de início e final de avaliação deverão constar no cabeçalho da mesma.

 

  5º. O acadêmico que por qualquer motivo deixar de realizar uma das avaliações semestrais poderá realizar a N-1 para recuperar sua nota. A N-1 deve ser realizada, obrigatoriamente, na 20ª semana de aula, sendo este considerado um dia letivo normal.

 

  1. N-1 deverá contemplar todo o conteúdo do semestre letivo, ou seja, independentemente da avaliação que deixou de ser feita pelo aluno (1ª, 2ª, ou 3ª), a avaliação N-1 será a mesma.
  2. O resultado desta substituirá automaticamente a nota mais baixa dentre as avaliações semestrais, do mesmo componente curricular, realizadas no período letivo corrente.
  3. No caso de componentes curriculares com aulas práticas, de projetos, de trabalhos de estágio supervisionado, de monografias ou de caráter experimental, em função da não aplicabilidade de provas escritas, terão a recuperação de nota a critério do professor, devendo estar estabelecida no plano de ensino da disciplina.
  4.  Caso o acadêmico não compareça a duas avaliações, o mesmo terá direito a realizar duas provas para recuperar as avaliações não realizadas, denominadas N-1 e N-2. Essas provas serão realizadas na mesma data e período da aula referente à disciplina. Cada uma delas deverá contemplar o conteúdo de todo semestre.
  5. A realização da N-2 está condicionada a problemas de saúde, óbito de parentes diretos e compromissos profissionais extraordinários. Nas duas primeiras situações – saúde e óbito – o aluno está dispensado do pagamento de taxa. Porém, deverá procurar a secretaria do curso, munido do respectivo atestado, para obter uma carta, assinada pelo coordenador, que defere (ou não) seu pedido de realização de N-2. No caso de realização da N-2 devido a compromissos profissionais, o aluno deve, além de obter o deferimento junto à secretaria do curso, se dirigir à secretaria acadêmica para retirar a guia de recolhimento, no valor de R$ 50,00, devendo ser paga na tesouraria da instituição.
  6. Para os casos em que o aluno apresentar atestados fraudulentos ou mesmo não justificar sua ausência na 2ª prova, não será permitida a realização da N-2.
  7. O acompanhamento das situações descritas nos itens ‘e’ e ‘f’ deve ser feito pelo professor, no dia da aplicação das provas N-1 e N-2, onde o aluno deve apresentar, obrigatoriamente, a carta de deferimento.
  8. Casos omissos referentes à recuperação de nota deverão ser tratados diretamente com a coordenação do curso e professor da disciplina.

 

Art. 65º. A cada avaliação deverá ser atribuída uma nota, expressa em grau numérico de zero a dez.

 

  1º. Atribui-se nota 0 (zero) ao acadêmico que deixar de se submeter à verificação prevista na data fixada, bem como ao que nela se utilizar de meio fraudulento: cola e plágio.

 

  2º. Ao acadêmico que usar de meio fraudulento é vetado a utilização da N-1 para a recuperação da nota da referida avaliação.

 

  3º. Ao acadêmico que, na oportunidade de elaboração de trabalhos de conclusão de curso (TCC), utilizar, no todo ou em parte, de transcrições, imagens, gráficos, vídeos, animações ou figuras de outros autores sem citar sua origem, configura a prática de plágio. A constatação de plágio no TCC acarreta a reprovação automática, desconsiderando os demais conteúdos desenvolvidos de forma autoral.

 

Art. 66º. No prazo de 15 (quinze) dias a contar da sua aplicação, a correção das provas e trabalhos deverá ser objeto de comentário em sala de aula, no qual se esclareçam a solução das questões e os critérios de avaliação, oportunizando assim a recuperação paralela de conteúdos.

 

Art. 67º. O docente deverá, no prazo do artigo anterior, publicar no diário on-line o resultado da correção das provas e trabalhos.

 

Art. 68º. O docente deverá devolver aos acadêmicos todas as provas e trabalhos semestrais realizados no semestre letivo.

 

 1º. A devolução das provas semestrais ou trabalhos acadêmicos deverá ser feita pelo docente, no prazo máximo de 48 horas antes da realização da N-1.

 

 2º. Impossibilitada a devolução das avaliações aos acadêmicos, no prazo estabelecido no § 1º, o docente deverá entregá-las aos respectivos Departamentos de Cursos onde ficarão à disposição dos acadêmicos até o 30º (trigésimo) dia do semestre letivo subsequente, quando serão destruídas.

 

Art. 69º. As notas das provas e trabalhos semestrais deverão ser publicadas no diário on-line no prazo máximo no prazo máximo de 48 horas antes da realização da N-1.

 

Art. 70°. A média final do acadêmico em cada disciplina, verificada ao término do período letivo, será a média aritmética simples entre as notas das avaliações semestrais.

 

Art. 71º. Atendida em qualquer caso a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) às aulas e demais atividades acadêmicas:

I.       é aprovado o acadêmico que obtiver média semestral maior ou igual à média aritmética 6,0 (seis) das notas das atividades acadêmicas semestrais;

II.      caso o acadêmico tenha obtido média semestral inferior à média aritmética 6,0 (seis) o mesmo será considerado reprovado na disciplina.

 

Art. 72º. O Acadêmico reprovado por não ter alcançado, seja a frequência, sejam as notas mínimas exigidas, repetirá a disciplina, sujeitando-se na repetência às mesmas exigências de frequência e de aproveitamento estabelecidas neste Regimento.

Art. 73º. A revisão da N-1 pode ser solicitada no departamento do curso, dentro do prazo de 48 horas após a publicação das notas no site da Faculdade, não sendo aceitos pedidos posteriores à data-limite.

  1º. A mesma será feita por banca constituída por 2 (dois) professores, além do Coordenador do Curso, sendo vetada a participação de acadêmicos durante a revisão .

  2º. A resposta aos pedidos de revisão deve ser retirada na secretaria.

  3º. Ao efetuar o pedido de revisão da N-1 o acadêmico deverá efetuar o pagamento da taxa de revisão.

  4º. Não serão fornecidos originais ou cópias das provas N-1.

 

Art. 74º. Os casos omissos a esse Capítulo serão tratados por resoluções específicas de cada curso, obedecendo à legislação vigente.

Contato Coordenação

Recepção Geral

(48) 3431-7500

Atendimento:

De 2ª a 6ª, das 7h às 22h

Sábado, das 7h30 às 11h30

Secretaria Geral

(48) 3431-7502 | 3431-7503

secretaria@satc.edu.br

Atendimento:

De 2ª a 6ª, das 7h30 às 21h45

Sábado, das 8h às 11h30

Coordenação

Gutemberg Alves Geraldes Junior

Secretário de departamento

Ronaldo Pavanati Junior

(48) 3431.7545

FacebookTwitterLinkedInWhatsAppCopy LinkFacebook MessengerEmail